Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Mau karma (ou azar ao jogo?)

 

A verborreia assalariada dos apostadores da léria da sorte dos concursos de azar, euromilhões de milhões de gananciosos apostadores num shot de nada, sonho paupérrimo da ínfima possibilidade de mudar aquilo que nunca deixarão de ser - miseráveis de espírito - defende a pés juntos que já o sabe e vomita em qualquer conversa, da banal mesa de café á secretária administrativa de mogno da multinacional onde exploram e são explorados que: "o dinheiro não é tudo"

 

No entanto, no marasmo de emoções estéreis e avarentas em que se tornaram todos os segundos da sua existência, esquecem-se constantemente - ou fazem-se de esquecidos - que na verdade -  na mais pura das verdades -  os momentos únicos não possuem etiqueta, são inquantificáveis monetariamente, e que o que se faz com o tempo é - paradoxalmente - imensurável. Esquecem-se sistematicamente, obtusos na ganância, que um restaurante de luxo não passará nunca de um restaurante, taberna, casa de pasto, tasco, lugar onde se passa e paga demasiado, e que por mais bela vista panorâmica que tenha não chegará nunca aos calcanhares de sandes abocanhada no sopé da montanha, em plena natureza primaveril, que nenhuma piscina interior, aquecida e desinfectada, baterá alguma vez o mergulho - espontâneo e livre de amarras e azulejos - no rio, que nenhum bólide alemão, na pura definição do prolongamento do ego mal resolvido, poderá alguma vez rivalizar com o chaço empoeirado da nossa juventude, repleto de ferrugem e sonhos, revisões fora da marca, sem receios de avarias, e que o tempo contado, matemático, esse será sempre o mesmo, sejam 60 segundos de Rolex ou de Timex fajuto da Praça de Espanha, pois o que fazes com ele é que realmente define o seu valor, e no fim importa! Calvin Klein's com manchas de sémen ressequido serão sempre cuecas, pano amarrotado com manchas de sémen ressequido, apenas isso e as memórias dessa noite, só a boa ou má experiencia perdura e segue, estrada fora, vida fora, na eternidade efémera ou não das coisas.

 

Lê o livro, faz o filme, visita, vibra, grita, canta, sua, corre, pula, ama, que o dinheiro é vicio, a ganância do consumo um jogo de azar, um dado viciado onde apostas tudo, até a vida, (sempre) para perder.

 

(Abre os olhos!)

 

 

MONEY - "Dark Side of The Moon"

Roger Waters

 

Money, get away
Get a good job with more pay and you're okay
Money, it's a gas
Grab that cash with both hands and make a stash
New car, caviar, four star daydream
Think I'll buy me a football team

Money, get back
I'm all right Jack keep your hands off of my stack
Money, it's a hit
Don't give me that do goody good bullshit
I'm in the high-fidelity first class traveling set
And I think I need a Lear jet

Money, it's a crime
Share it fairly but don't take a slice of my pie
Money, so they say
Is the root of all evil today
But if you ask for a raise it's no surprise
That they're giving none away
Away, away, way
Away, away, away

 


Mr Anger às 00:01
Link do post | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
|

mranger.blog@gmail.com

Pesquisar (Blog)

 

Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Post's Recentes

Mau karma (ou azar ao jog...

Arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Abril 2015

Outubro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Abril 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Janeiro 2011

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Janeiro 2007

Novembro 2006

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Agosto 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

tags

todas as tags

Links

últ. comentários

A verdadeira lição que temos de retirar destes mom...
Revejo-me no que aqui escreve (e, em geral, pelo s...
Olá cara Heidi,Com o frio vigente é mais caso para...
"At first (you were) afraid, (you were) petrified....
Cara HeidiÉ por aí, como na velha máxima: "...the ...
Nada é certo dentro da nossa vida. Por mais bases ...
Se não passa de dois bitaites e mais nada, não vej...
Caro Mr AngerComo diriam as mentes simples: "Alive...
Cara Mallory,Sem querer ferir susceptibilidades, m...
Cara Mallory,Como diria o E.Jonh: "I'm still Stand...

mais comentados

Top de Blogues

subscrever feeds