Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

Artigo descontinuado (ruptura de stock)

 

Not For Sale / Não Se Vende

 

 

"Estimados Clientes,
 
Devido á elevada procura do artigo ("My Love/O Meu Amor") vimos por este meio informar que o artigo em causa encontra-se actualmente em ruptura de stock por ter sido descontinuado por parte do fabricante, e que segundo o próprio se deveu ao facto do mesmo se encontrar obsoleto e inadequado  às actuais exigências do mercado, não nos tendo sido fornecida qualquer informação adicional sobre a previsão de chegada de novas encomendas, ou mesmo de nova produção (ou substituição).
 
Aproveitamos este comunicado para também desmentir os constantes rumores que as últimas unidades do artigo viriam a estar disponíveis para venda num futuro próximo a preço reduzido, em campanhas de "leve 2 pague 1" ou com desconto em período de saldos.
 
Não obstante este facto, pelo qual somos totalmente alheios, pedimos desculpa pelo incómodo causado e aconselhamos V.Exas. a passarem pela secção de novidades, onde poderão encontrar alternativas mais recentes, actualizadas e já em conformidade com as leis vigentes e que servirão as mesmas necessidades (possivelmente até de forma mais eficiente).
 


Gratos pela atenção dispensada,
 
 
Com os nossos melhores cumprimentos
 
 
  
 

A Gerência"

 


Mr Anger às 19:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
92 comentários:
De AUFDERMAUR a 29 de Junho de 2009 às 21:56
Que bela história esta gerência nos quer vender... Mas desconfio que por detrás da cordialidade e educação destas palavras se esconde o verdadeiro motivo que, de tão sórdido, me entristece a alma... Não se sente já um cheiro fétido no ar? Ah sente, sente! Cheira a contrato de exclusividade e dos grandes! Já imagino a Manuela Moura Guedes a pôr a nu este engodo no noticiário desta Sexta-Feira! O Vasco Pulido Valente vai arrasar a reputação deste blog! O que certamente agradará a esta gerência já que, certamente, isso se traduzirá numa maior afluência ao blog. Toda a gente gosta de uma boa polémica! Toda a gente vai querer conhecer O BLOG QUE VENDEU O AMOR!
Quanto a mim, fico profundamente triste por ver que um autor alternativo como O MR ANGER SE VENDEU AO CAPITALISMO!


De Mr Anger a 1 de Julho de 2009 às 03:53
Ai Mel Mel...

Meta-me numa Route 66 montado numa Harley, de noites bem passadas em motéis de beira de estrada,de preferência bem acompanhado (não na cama, mas na viagem, leia-se), se quiser pode vir, junte-se nesse sonho, ou se preferir espero por si à porta do Hard Rock em Las Vegas (de cabelo para trás ao estilo do Elvis... mas dispenso as lantejoulas)

(Ouvi dizer que existe lá muita coisa gira para quem gosta de música ;))

... agora tire-me desse filme :D

Mr Anger (humpf!)


De AUFDERMAUR a 1 de Julho de 2009 às 20:21
Mr Anger

Um convite para passear na Route 66 nunca se recusa! Tanto quanto sei, tem sido muito bem frequentada ao longo dos anos :-)
Eu junto-me nesse sonho mas é um sonho cujo final já foi antecipado no post anterior, ainda que adaptado a um contexto de amizade e não de amor. Fazendo jus à fama de que "os/as homens/mulheres são todos/todas iguais, é tudo uma cambada de cabrões/putas!!", facilmente trocarias a minha companhia por umas belas noites (não de cama, de farra leia-se) com os Mick Jagger e Keith Richards da vida... e eu também te abandonaria no momento em que um Personal Jesus se cruzasse no nosso caminho...
Não era um mau filme pois não? Que me dizes? Avançamos? Achas que temos orçamento para levar este filme avante?

"Let me put you on a trip
Around the world and back
And you won't have to move
You just sit still"


De Mr Anger a 2 de Julho de 2009 às 01:31
Ai Mel...

Fui tão mal-entendido no último post :D O rapaz em questão que se queixava de "um fim prematuro" estava a ser irónico, numa saudável troca de palavras com a sua amada... como quem diz...

"Deixa-os falar não é amor ? Deixa-os dizer que nunca vai ser nada, que nunca vai dar certo... Vamos salvar-nos! Vamos aproveitar o nosso amor!"

Eu não entro em blockbusters, só em filmes de culto, curtas e cinema Europeu... e o enredo que me deu... com traições - mesmo de amizade - pelas costas, não se coaduna com os papeis que gosto de representar :D

A confiança é uma coisa bonita e de coragem... não é feia e cobarde ;)

Mr Anger


De AUFDERMAUR a 2 de Julho de 2009 às 04:22
Pois, eu também não gosto de traições mas infelizmente é o que eu mais vejo à minha volta! Aliás, sempre fui educada numa cultura de "Os homens são todos uns filhos da ... e as mulheres são todas uma parvas ingénuas que se deixam levar pelo primeiro tipo que lhes aparece à frente"! Mas foi uma coisa bem feita, não se ficou pela teoria, mostrou-me todo o cinismo e traições que reinam nas relações humanas. Com a melhor das intenções, claro! A ideia, se bem me lembro, era "Tu vê se aprendes que é para um dia mais tarde ninguém te fazer a ti aquilo que eu faço"! E eu aprendi bem a lição, acredite! O que só me faz concordar ainda mais consigo quando diz que "a confiança é uma coisa bonita e de coragem". Confiar em alguém é dar-lhe o poder de nos magoar. Só confio em duas pessoas na minha vida, com todos os outros, confesso, estou sempre na defensiva! Até comigo própria eu jogo na defensiva, estou sempre a prever qual será a próxima asneirada que eu vou fazer na minha vida :-)

Para que fique claro, a minha desconfiança é pela humanidade em geral! Eu não alinho com historinhas de que os homens são uns mentirosos traidores e as mulheres umas vítimas! E não me digam que as mulheres só o fazem quando estão apaixonadas porque, mesmo que fosse verdade, desde quando é que isso legitima tudo?

PS- Um conselho de amiga virtual: nunca confie em quem se esconde por detrás de um nickname ;-) Das duas uma: ou têm algo a esconder ou são cobardes :D

Mel (Lua de Mel Lua de Fel)


De heidi a 30 de Junho de 2009 às 02:01
Cara gerência,

Venho por este meio reafirmar uma crença comum, de que um bem, quando personifica uma boa qualidade, não se pode ter em conta o seu preço. Temos de o olhar no seu todo. Não gosto da altura de saldos. Porque, só se apresentam restos... de colecções. Coisas, que fomos comprando ao longo do ano... ou nem por isso. Se olharmos somente para o preço, vamos pensar que é barato. Só. Mais nada. Uma compra indiferente. Mais uma. Não existe aquele gostinho do poupar para ter, porque afinal, esse artigo destacou-se no meio de tantos outros.
Na época de saldos, existe aquela loucura, de agarrar... agarrar... agarrar... comprar... por comprar na maioria das vezes.

É uma bela analogia se comparmos as duas coisas... amor... vs saldos... para quem não vê grandes diferenças... claro. :)

A consumidora agradece a atenção prestada...
:)


De Mr Anger a 1 de Julho de 2009 às 04:03
Mas Heidi...

não sabe que as pessoas (esta expressão soa-me sempre mal) gostam de comprar "gato por lebre"!!!!

Anda tudo confuso com a crise... de valores & sentimentos... e depois, não contentes com os erros que cometem... como já li nalgum lado (cof cof)

"elas auto-mutilam-se e depois dizem que a culpa é sua"


Eu também não gosto de saldos, descontos ou promoções... só mesmo nas futilidades ;)


Mr Anger




De heidi a 1 de Julho de 2009 às 08:34
;)

Bingo!!! Ou será jackop? O problema reside mesmo aí! As "pessoas", actualmente, querem tudo de modo imediato. Querem-se apaixonar... já! Desejam entregar-se... agora! Sentem-se tão vazias e solitárias, que não pensam naquilo que realmente sentem. Não... separam águas. Confundem amor e paixão... amizade com um simples conhecimento. E por aí fora. E sabe o que é mau nisto tudo? não aprendem! Não evoluem. Cada vez que algo dá errado, é mais um item que acrescentam à bagagem experimental que carregam ao longo da vida. Sem parar... sem questionar...


De Mr Anger a 2 de Julho de 2009 às 01:38
Heidi,

Nada melhor que as palavras já antes ditas...

"Onde andas Jorge ?" (...que nunca se menospreze o amor...)

Nem jackpot... nem bingo... :D



Mr Anger


De Alguém a 30 de Junho de 2009 às 12:32
O amor não se compra, não se vende, não se regateia, não se oferece.
O amor... sente-se em nós e conquista-se nos outros!

Vá lá, Mr. Anger, escreva lá um dos seus post's mais sarcásticos para ver se esta melancolia atenua!!! ;)
Já viu bem a legião de fãs que aqui tem?? Não há por que desanimar!!! :p


De AUFDERMAUR a 30 de Junho de 2009 às 19:06
Concordo quando diz que o Amor não se compra nem se vende, apesar de haver sempre quem o tente fazer. Quanto a não se regatear, olhe que sim! Quanto a oferecer, então não... Não de uma forma voluntária, claro. Digamos que é o Amor que escolhe a quem se quer oferecer e, às vezes, prega-nos partidas (daquelas sem piada nenhuma) e quer-se oferecer a quem não o quer receber... E aí reside a diferença de que fala um dos posts anteriores: é um pequeno amor que apenas nos leva a desejar o outro, ou é um grande amor, que nos faz querer. Quem só deseja muitas vezes prefere dar logo a guerra por perdida enquanto que quem quer tenta conquistar...

PS- Eu, como parte da legião de fãs, assino por baixo do seu pedido ao Mr Anger :-) Se for preciso fazemos uma petição!!!


De Mr Anger a 1 de Julho de 2009 às 04:52
Mel,

Concordo consigo... não diria melhor. A parte do "oferecer" está de facto bastante incisiva ;)



PS - Qualquer dia está a Mel a escrever:

"olha para ele, armado em alguma coisa de jeito, sempre soube que era um pedante"


"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades"... já dizia o (Mestre) Camões...


Mr Anger


De AUFDERMAUR a 1 de Julho de 2009 às 18:53
Ora Mr Anger, não seja modesto. Claro que diria melhor :-)
O Mestre Camões tinha (e tem) muita razão mas não me estou a ver a escrever coisas desse género. Se algum dia a minha vontade mudar deixo de cá vir e ponto final! Ou melhor, continuo a cá vir mas não comento que a minha personalidade aditiva tem destas coisas estranhas :-)


De Mr Anger a 1 de Julho de 2009 às 19:04
Apanhei-a Mel... :D

Quando fica defensiva... trata-me por "você" :D


... será apenas um reflexo protector... ou gosta de deambular entre o "dou e não dou confiança" ?

(Não quero acreditar que seja a última opção...)


Mr Anger


De AUFDERMAUR a 1 de Julho de 2009 às 19:39
Apanhaste-me mesmo :-)
Boa capacidade de decifrar almas e mecanismos de defesa subconscientes. Realmente sou muito defensiva!


De Mr Anger a 2 de Julho de 2009 às 01:39
Cara AUFDERMAUR,

Eu também :D


Mr Anger


De Alguém a 2 de Julho de 2009 às 09:32
Acho que quase todos os participantes de blog's são um bocado defensivos.
Aliás, escrever num blog é um dos exemplos disso (para mim)... Escrevemos o que queremos, como queremos, quando queremos e não nos preocupamos com o conteúdo dos post's porque mesmo que nos julguem é atrás de um teclado e um monitor.

Estes espaços virtuais têm destas vantagens, por muitas mais desvantagens que possam eventualmente ter. Aqui, normalmente, somos conhecidos sem conhecermos ninguém e isso dá-nos a liberdade de escrever o que nos der na cabeça porque no fundo estamos só mesmo a escrever para nós!


De Alguém a 1 de Julho de 2009 às 15:07
"(...)é o Amor que escolhe a quem se quer oferecer e, às vezes, prega-nos partidas (daquelas sem piada nenhuma) e quer-se oferecer a quem não o quer receber... "

Ora aqui está uma grande, mas dolorosa, verdade!

Vamos à petição?? Lol!


De Mr Anger a 1 de Julho de 2009 às 04:33
Olá Alguém,

"O amor... sente-se em nós e conquista-se nos outros!"...

a primeira impressão que tive foi de "discordo" principalmente por causa do "conquista-se", mas depois de analisar a frase durante uns bons 15minutos, percebi o queria (realmente) dizer, e por isso concordo ;)

Tem lógica...


Obrigado ;)


Mr Anger (o fanático)


De Alguém a 1 de Julho de 2009 às 15:09
Deixei o Mr. Anger a pensar numa frase minha durante 15 minutos??? Yupiiiiii!!!!!! Hehehe!

Não precisa agradecer! Estou sempre por cá... ;)


De AUFDERMAUR a 1 de Julho de 2009 às 19:02
Ora, não era preciso meter inveja a quem não o consegue fazer :-) Snif Snif, Cry Cry :-)


De Mr Anger a 1 de Julho de 2009 às 19:08
"Honey",

Não te/se esqueças/esqueça de assoar no fim :D


Mr Anger


De Alguém a 1 de Julho de 2009 às 22:37
Mr. Anger is slowly returning to himself...


De Alguém a 1 de Julho de 2009 às 22:36
Hummm... será que não consegue mesmo?

Ou será o sempre misterioso Mr.Anger que não lhe revela quanto tempo se senta ao computador para lhe conseguir responder?

I guess we'll never know! :-)


De AUFDERMAUR a 1 de Julho de 2009 às 22:59
Sinceramente, espero que continuemos assim que a minha auto-estima é fraquinha e basta uma brisazinha menos agradável para a abalar!
Mas olhe que a brisazinha que me chegou com o seu comentário já a deixou um bocadinho mais revitalizada :-)

Mel


De Mr Anger a 1 de Julho de 2009 às 19:22
Alguém,

Pronto pronto, não tenha um colapso... afinal foram só 13minutos :D:D:D:D:D

Vou só ali virar um frango assado e...


Mr Anger


De Alguém a 1 de Julho de 2009 às 22:39
Só 13 minutos?? Ora bolas... umpf...

E esse frango, saiu? lol
:D


De Mr Anger a 2 de Julho de 2009 às 02:12

Sim, claro... eu gosto de ter sempre frango assado a sair... e febras também ;)


Já são muitos anos... :D

Mr Anger


De Alguém a 2 de Julho de 2009 às 16:41
Olhe que o peixinho também é muito bom... :D :D :D


De Mr Anger a 2 de Julho de 2009 às 20:06
Hmm...

Não me tente com essas coisas :D

... principalmente se forem acompanhadas de um bom vinho branco fresco :D

(um hacker... ai ai... )


Mr Anger


De Alguém a 2 de Julho de 2009 às 22:13
Ui ui, então se for grelhadinho no carvão... é do melhor!!

Tentações são sempre boas, quanto mais não seja pelo pecado!


De Mr Anger a 4 de Julho de 2009 às 03:28

Peixinho grelhado no carvão, um bom vinho branco e uma boa companhia... para mim será sempre um dos meus "amor & uma cabana"

gostei da escolha ;)

Mr Anger


De Alguém a 6 de Julho de 2009 às 14:31
Companhia... fundamental ser boa, sem dúvida!
Até porque uma refeição pode estar deliciosamente maravilhosa, mas se a companhia for má... não há estômago que aguente (já o inverso será perfeitamente possível)! :D

Só para completar, o timing ideal para uma refeição destas... jantar numa noite amena de Verão! :D


De Zara Vilhena Mesquita a 2 de Julho de 2009 às 16:24
Olá Mr. Anger!

Tenho recebido e-mails seus no meu email zara_mesquita@hotmail.com, desejaria saber quem é...?

Um abraço
Zara


De Alguém a 2 de Julho de 2009 às 16:40
Saber quem é o misterioso Mr. Anger... vai ser o que considero uma tarefa quase impossível!

Mas não se preocupe, Zara, acho que quase todas as pessoas que comentam os post's tomaram conhecimento deste blog da mesma forma!
Também já me questionei sobre isso, mas como gostei do blog não me importei!

Teremos aqui um hacker??
Ahahahah!!!!


De AUFDERMAUR a 2 de Julho de 2009 às 19:13
Alguém, comigo passou-se o mesmo :-)
Recebi um mail e vim cá mas apenas me limitei a correr o blog de uma ponta à outra à procura de algo que o identificasse! Como não encontrei, fiz o mesmo que a Zara mas o Mr Anger ignorou as minhas perguntas :-)
Ao segundo mail que recebi voltei cá, li um texto que me suscitou vontade de o comentar e, a partir daí, fui-me deixando ficar. Como alguém disse uma vez acerca da Coca-Cola, "primeiro estranha-se, depois entranha-se".
E assim se passa do simploriamente desejar ao querer. O desejar é leve como uma brisa de Verão, ao passo que o querer implica esforço. E com esforço os impossíveis tornam-se mais fáceis e, de repente, não nos parecem assim tão fora do nosso alcance. Mas isso digo eu que sou uma desiludida convicta mas gosto de incitar as outras pessoas a irem por outro caminho :-)

Mel (mais uma desconhecida)


De Mr Anger a 2 de Julho de 2009 às 20:04
Boa tarde,

Cada vez mais me convenço que quando as pessoas não sabem... inventam :D

Um hacker :D Ai ai...

Mr Anger


De heidi a 2 de Julho de 2009 às 22:00
Será que não sabem? fica a duvida... principalmente, quando o email em causa, só é conhecido por uma minoria... ;)

Por falar em vinho branco, apetecia-me... deixe ver... um Pias. Isso...


De Alguém a 2 de Julho de 2009 às 22:10
De facto o meu email, ou melhor, o endereço onde eu recebi o "convite" do Mr. Anger só é conhecido por uma minoria. No entanto, seria muito estranho ser alguém meu conhecido e ser conhecido desta comunidade tão alargada que visita este blog (sendo certo que outros tantos "entraram mudos e saíram calados")!

Mr. Anger, eu falei em hacker mas não em sentido negativo!!! Foi apenas uma brincadeira!! :D

Quanto ao vinho... naaaa... branco, tinto ou verde nenhum me convence! Aliás, para falar verdade é bebida que não gosto mesmo!!!


De heidi a 2 de Julho de 2009 às 22:51
Sinceramente? não me interessa. Fiquei curiosa no inicio-ainda estou-. Claro. Admito! Mas, como gosto da maneira como se exprime, é isso que conta. Volto e vou atirando os meus bitaques. Neste blog tem várias coisas que eu aprecio, troca de ideias, detalhes musicais porreiros, e por aí fora...
Por isso, tudo o mais é subjectivo.


De Alguém a 2 de Julho de 2009 às 23:32
Eu partilho da sua opinião, Heidi.
Estarei sempre curiosa, este universo virtual tem destas coisas! Ninguém (ou talvez só o autor) sabe quem somos nem de onde viemos, mas isso também não interessa nada! ;)

Neste blog escreve-se um pouco de tudo e acho que é esse um dos factores que o torna tão interessante. Depois de cada post há dezenas de comentários com opiniões pessoais, brincadeiras, perguntas e respostas... sempre com respeito e o cuidado do autor em responder.
(pronto, Mr. Anger, nada de baba!!! :D )



De Mr Anger a 3 de Julho de 2009 às 01:20
Muito bem Heidi ;)

Isto é um BINGO!!!

Tenho 2 posters meus autógrafados como prêmio... só tem de escolher se quer a versão com corpo oleado... bronzeado... e olhar matador... ou então a versão censurada :D:D:D:D (glup)

... isto se ALGUÉM não o escolher primeiro (glup)

Mas pelos vistos vocês entendem-se bem ;)

Mr Anger (:D)


De heidi a 3 de Julho de 2009 às 09:22
Como filha assumida do 25 de Abril -ok ok... falhei por dias... mas isso é um mero pormenor-, nunca gostei de coisas censuradas. ;) Dispenso o corpo oleado... e quanto ao olhar à matador... cof cof...mas, se tiver um poster, onde esteja com um ar inteligente e por aí fora... já olho duas vezes- tenho de manter a classe-. Eh eh eh

Quanto ao facto de nos entendermos bem... eu se fosse a si tinha cuidado. Não se esqueça que por aqui, a maioria que vai colocando a sua opinião são mulheres, e quando se juntam... :P


De Alguém a 3 de Julho de 2009 às 09:23
Me! Me! Me!!! Pick me!!!!!!

Mr. Anger, a.k.a. "El Matador"... :D


(e voilá, já comecei o dia a rir!)


De Mr Anger a 4 de Julho de 2009 às 03:37
Eh eh

De facto os meios (por vezes) justificam os fins... ainda bem que se riu... era o único propósito :D

Nem vou tecer comentários sobre o "pick me!!!!!"... eu sou um cavalheiro... (ou tento ser :D )

Mr Anger


De White Angel a 2 de Julho de 2009 às 22:58
"entraram mudos e saíram calados"

ou então não sairam... ficaram... calados...

Saudações A...


De Alguém a 2 de Julho de 2009 às 23:22
Ora cá temos mais um/a participante! :)


De Mr Anger a 3 de Julho de 2009 às 00:50
Olá Zara,

Visite o seu email nos próximos dias, terá uma resposta.

Obrigado,

Um abraço
Mr Anger


De Alguém a 3 de Julho de 2009 às 09:25
(vou responder escrevendo como os nossos jovens)

Oooohhhhh... tbm keruuuuuuu!!!!!


De Mr Anger a 4 de Julho de 2009 às 03:58

Ya ya, mas tu curtes e ouvir som comercial e vinho bom para ti é casal garcia... e dp metes assim no hi5:

"ehhhh olha pra mim aqui nesta foto com uma ganda moka a segurar uma ganza e a mostrar os olhos de pupilas dilatadas por ter mamado uma pastilha weeeee, que fixe, sou uma ganda maluka e tenho bué amigos weeeeeeeee e gosto bué de xamar á atenção pq os meus atributos como ser humano são as minhas maminhas, sou tao felixxxxxxxx, já disse que sou BUEEEE MALUCAAAAAA !!!!!!! E o meu livro favorito, pq sou BUE MALUCAAAA, é o Kamaxutra WEEEEEE!!!!!!"




Desculpe... nem sei de onde isto saiu... deve ter sido um virús por causa de ter usado "pitês"... não me culpe !!!!! :D:D:D:D

Mr Anger


De Alguém a 4 de Julho de 2009 às 22:00
Ó Anger, tás desactualizado no pitês!!

A malta eskreve com bueh xx e kk, tipo axim, além de no lugar dos acentos (que só usam no autocarro) se usar um h. Epah, depx d algms hrx a ler lah s acaba por perxeber o k excrevem e no fim vem spr um prontus pah. Topas a xena ou n?


Credo... esta escrita é medonha!
Desculpas aceites da sua parte, se aceitar também as minhas...! :D
Eh eh eh


De Mr Anger a 6 de Julho de 2009 às 12:21
Claro que sim, estamos ambos desculpados :D

Principalmente porque...

"Há sempre alguém que nos diz: tem cuidado
Há sempre alguém que nos faz pensar um pouco
Há sempre alguém que nos faz falta
Ahhh, saudade..."

Trovante - "Saudade"


Mr Anger


De Alguém a 6 de Julho de 2009 às 14:33
É bem verdade, Mr. Anger! :D :D


De Pat (desta vez com ramelas e sono) a 6 de Julho de 2009 às 09:47
ahahahaha se eu nao o conhecesse diria que o conhecia.Já imaginava que fosse anti hi5.Deixe ca ver tem um? mr Anger ( O teorias anti hi5 parte 1). Ja estava na hora de deixar umas pistazinhas sobre a sua identidade,ja viu quantas noites de sono perturba a estes pobres visitantes?nao que ser o unico com disturbios soniferos nao é?é um pinante.:D (exposiçao de dentes matinal so para si)


De Mr Anger a 6 de Julho de 2009 às 12:54
Dear Pat,

O meu "ódio de estimação" contra as redes sociais não é exclusivamente ao espaço em si, que embora seja "abelhudo", não podemos propriamente chamar de nocivo, e até a premissa de aproximação das massas pode ser ingenuamente aceitável.

O problema é quando passa de uma simples página pessoal a uma espécie de vitrine de talho, onde só falta meter preço às peças de carne expostas, sinceramente acho pouco digno as pessoas pensarem que não valem mais do que apenas "um corpo" umas poses sensuais e um ar intelectual por meterem 2 ou 3 merdinhas standard entre o "Código Da Vinci", um poema sobre "Pedras no Caminho" erradamente atribuído ao Fernando Pessoa (essa até me dá vómitos) e um filme mega fixe tipo.... "Transformers" (o último, porque o primeiro já passou de moda). E depois o género de conversas que se geram, apenas por causa de uma "audiência", é no mínimo ridículo, tal como a fobia desenfreada por elevados nºs de "amigos" e de visitas ao perfil...

Mas isto são preconceitos meus, e peço desculpa por eles, não tenho a culpa de ouvir discos dos Beatles (nunca gostei do "The") e sentir amor :D por isso, serei provavelmente uma causa perdida :D

Eu penso que as pessoas possuem valor por aquilo que pensam, por aquilo que fazem, constroem, inventam e superam... de resto, por mim até podiam meter os fios dentais no... hmm :D

Quanto a questão da identidade, ainda não reparou que é tudo uma questão de "nobres desconhecidos" ;)


Mr Anger


De Alguém a 6 de Julho de 2009 às 14:45
Eu própria tenho Hi5, apesar de não gostar muito destes espaços, e inscrevi-me para tentar encontar velhos amigos dos quais perdi o rasto ao mudar de cidade. Encontra-se um pouco de tudo nos perfis públicos, mas a verdade é que é um espaço público e só vê quem quer. Eles bem tentam impôr regras de utilização, mas a moderação do site é quase inexistente...
Por isso é que o meu perfil é privado e só aceito pedidos de amizade de quem realmente conheço!

Quanto aos gostos musicais, Mr. Anger, deixe lá que eu também sou uma rendida a Phil Collins, Simon & Garfunkel, Queen, Cat Stevens, Barbra Streisand, and so on...! E continuo a achar que já não se fazem músicas como neste tempo! :D

Sentimentos todos temos e pobres são os que não querem sentir o Amor por medo do desconhecido ou raiva da dor que ficou no passado! ;)


De AUFDERMAUR a 6 de Julho de 2009 às 19:05
Cara Alguém (o seu nick é música para os meus ouvidos):

É impressão minha ou chamou-me, ainda que indirectamente, "pobre"? Mas pobre em que sentido? Pobre de espírito? Com uma vida pobre? Com um coração pobre? Já agora, fique ciente que o medo não é de sentir Amor (que podemos nós fazer contra isso..) mas sim de o viver!

Em relação a Hi5... Não são assim tão maus, há pessoas que se conhecem, não trocam contactos, perdem-se de vista e depois passam um dia inteiro a procurar pistas no Hi5 até que... apanhei-te! E assim se iniciam (e terminam) os namoros dos jovens de hoje em dia: em Hi5 e MSN!

Mel


De Alguém a 6 de Julho de 2009 às 19:51
Wow wow wow!!! Nada disso Mel!!!!

O meu comentário sobre o Amor não foi dirigido a si, nem me passaria pela cabeça fazer-lhe esse julgamento! =)

Quanto ao Hi5, acho que basicamente cada um da-lhe o uso que quer. Estes adolescentes de agora estão muito agarrados aos computadores, quase deixaram de saber sociabilizar, e isso é a única coisa que realmente me faz pena.


De Mr Anger a 6 de Julho de 2009 às 20:57
Gostei do "wow wow wow!!!!" fez-me lembrar desenhos animados...

... mais propriamente o Yosemite Sam dos Looney Tunes :D:D:D:D

Embora eu gosto mesmo é do Daffy Duck :D


Mr Anger


De Alguém a 6 de Julho de 2009 às 23:00
O Daffy? Ora, ora, Mr. Anger... não me diga que é pela frase favorita do Daffy?? Eh eh eh!!! :D
Warner Brothers, Disney e os restantes desenhos animados da década de 80 é que eram! "Fabulásticos"!!!!
E os livros do Tio Patinhas?? Weeeeee!!!!!

Agora Pokemon, Dragon Ball, Power Rangers... blearc!!


De Pat a 13 de Julho de 2009 às 10:20
TIO PATINHAS?QUEM DISSE A PALAVRA MAGICA?QUEM ME CHAMOU?! livrinhos de bd disney fatiazinhas do paraiso literário.sairam de circulaçãoooo BUAAAAAAAAAAAA


De Alguém a 6 de Julho de 2009 às 19:53
What's wrong with my nickname??


De AUFDERMAUR a 7 de Julho de 2009 às 18:40
Agora é a minha vez de dizer "Wow wow wow!!! Nada disso Alguém!!!!" :-)
Nothing wrong with your nickname! Eu reformulo a minha frase: o seu nickname soa a música para os meus ouvidos! Uma música linda, com uma letra ainda mais linda, cantada por alguém (não você, outro alguém) cuja genialidade e sensibilidade é tão grande que eu não encontro palavras para o descrever.
Let me show the world in my eyes: toda a minha vida é música. Sou capaz de fazer tudo na minha vida ao som de música. Mas mesmo tudo, tudo :) Talvez porque sempre me senti sozinha e encontrei na música a minha companhia, que me levava para longe da minha vida e me fazia feliz. Talvez porque sempre sofri muito e na música era feliz. Talvez porque foi a música que sempre me deu força para ultrapassar todos os maus momentos e crises pessoais. Talvez porque durante muitos anos o meu pai foi a pessoa que eu mais amava e as poucas boas memórias que eu guardo da minha infância são de quando ele pegava em mim e me levava a passear com ele de carro e punha músicas de grandes bandas a tocar (bons tempos esses... agora ele só ouve Nova Era). E eu ia ali com a pessoa que mais amava (talvez a única) a ouvir música e, naqueles momentos, sentia-me imensamente feliz. Naquela época só queria parar o tempo e ficar ali para sempre... Sim, acho que foi aí que tudo começou :)
Acho que ficou esclarecida acerca da minha opinião acerca do seu nickname :)
E não precisa de me dizer que quando escolheu este nickname foi apenas porque não gosta de se identificar como uma mera anónima. Você não é uma anónima qualquer, é Alguém :) Mas que posso que fazer contra o meu Amor pela música? Já lhe disse, na minha vida todos os caminhos vão dar lá. Vejo música em todos os lados, até no seu nick! Veja lá o tamanho da minha adição:)

PS- Quando me perguntou "what's wrong with my nickname?", adivinhe qual foi a primeira coisa em que eu pensei? Música, pois claro:) Estive mesmo para lhe responder "too long":) Estava eu a ouvir Slipknot e Rammstein e bastou uma frase sua e eis que a música muda! Só ouço "Wrong" nos meus ouvidos:) Sou um caso perdido:)

Mel (ansiosamente à espera da dose de metadona musical de Sábado)


De Alguém a 8 de Julho de 2009 às 09:31
Deixe lá, Mel, eu também sou daquelas que não passa sem música! =)

Música para estudar, para trabalhar, para limpar a casa, para dançar e queimar calorias à doida, para chorar, para rir, para não me sentir tão sozinha, para avivar uma memória mais esquecida... música, haja música!! Vários estilos, dependendo do estado de espírito, mente sempre aberta a novidades mas sempre atenta a uma coisa: os lyrics. Desde muito miúda que lhes presto atenção e memorizo com facilidade quando gosto! A minha mãe costumava dizer que eu devia decorar a matéria da escola como decoro músicas... nunca consegui! Eh eh eh!

Amor pelo pai? Infindável também para mim. É daquelas pessoas que eu não consigo sequer imaginar a desaparecerem da minha vida! =) :D


De AUFDERMAUR a 9 de Julho de 2009 às 16:43
:) :) Sim, as letras não são tudo mas são muito importantes :) Claro que há músicas sem grande letra e que eu adoro! Mas também há músicas às quais eu não ligo muito e, depois de ver a letra, me apaixono por elas:) E também há aquelas músicas que eu abomino e depois ouço-as num momento especial ou com alguém especial e passo a adorá-las. Sou capaz de estar dias seguidos a ouvi-la porque, de certa forma, ela faz-me recuar até àquele momento ou recordar aquela pessoa. E não têm que ser necessariamente recordações felizes, às vezes são bem tristes. E há ainda músicas como a "Enjoy The Silence" que o meu pai adorava e estava sempre a ouvir e eu, nos meus oito aninhos não percebia nadinha da letra e, mesmo assim, já sentia uma sensação estranha no meu coração sempre que a ouvia... Quando eu percebi a beleza daquela letra fiquei completamente apaixonada por ela:) E se fosse só uma mas de onde aquela veio vieram muitas mais:)
Eu tenho o meu estilo musical preferido, aquele onde estão a maioria das minhas bandas preferidas, aquele que me faz comprar cds e dvds, que eu sou capaz de ouvir dias inteiros sem me cansar... Mas há tantos artistas de outros estilos musicais que eu adoro! Veja os Depeche Mode: são uma banda de música electrónica, synthpop, e eu sou COMPLETAMENTE APAIXONADA por eles:) Devoro tudo que tenha a ver com eles, compro tudo o que vejo, raramente passo um dia sem ouvir músicas deles, tenho uma tatuagem enorme deles que me custou uma discussão horrível com uma pessoa que achou que eu não tinha o direito de a fazer sem a permissão dele... Um discussão tão grande que teve consequências irreversíveis... Nesse dia, partiu-se alguma coisa dentro de mim que eu bem tenho tentado colar... mas está a ser mais difícil do que eu pensava...
Já fui a tantos concertos de bandas que eu adoro, até já conheci pessoalmente aquele que era um dos meus ídolos e mantive sempre as emoções controladas dentro de mim. Mas tenho a certeza que Sábado, mal eu veja o Martin Gore a entrar naquele palco vou começar a chorar. E tudo porquê? Pela música? É espectacular e maravilhosa, sem dúvida. Mas as letras batem a música aos pontos. Foram elas que me deram força no momento em que eu pensei não aguentar mais e que mais valia desistir de tudo, que me fazem sonhar, que mexem com o meu coração...
Se gosta ssim tanto de letras, diga-me uma coisa (se quiser, claro): imagine que era feito um filme da sua vida... esse filme teria que ter uma banda sonora de 12/13 músicas mas só uma poderia ser o tema original... Qual era a música/letra que você escolheria para esse fim? E não me responda "Há tantas!". Pois há, por isso é que a banda sonora tem 12/13 músicas. Mas tema original só pode ser um:)

Amor pelo pai... Há dois meses que eu e o meu não nos falamos e, por muito que eu me faça de forte, de quem se está nas tintas, a verdade é que não é nada fácil. Mas somos os dois Leões, os dois orgulhosos, primeiro que um dê o braço a torcer:) But it's all gonna be fine, it always does:)

Mel


De AUFDERMAUR a 9 de Julho de 2009 às 16:57
Só uma pequena nota: não fique a pensar que eu e o meu pai não nos falamos há dois meses por causa de uma tatuagem!!! Nem o meu pai tem esses ataques de autoritarismo nem eu tenho idade para precisar da permissão dele:) Tenho esse problema com outras pessoas mas não com ele:)

Mel


De Mr Anger a 11 de Julho de 2009 às 21:07
Olá Mel

Muito desiludida ? E revoltada ?


Mr Anger


De AUFDERMAUR a 12 de Julho de 2009 às 17:10
Olá Mr Anger

E se eu lhe disser que na noite anterior tive um sonho que quase parecia uma premonição? Sonhei que ia ao Bessa à hora do concerto e me diziam que à última hora o concerto tinha sido mudado para outro local. Depois de muitas voltas lá chegavamos ao local. Aquilo parecia uma sala de conferência e Os Depeche estavam a acabar de tocar a última música e eu só via o Dave a dançar... E não é que Sexta-Feira à noite eu e o meu namorado estavamos no Sheraton (onde os Depeche iam ficar) e o empregado deu-nos a notícia de última hora:( Passados os minutos de incredulidade, comecei a chorar e a ter pensamentos do género "A minha vida é uma merda":(
Desiludida? Do género, "Fogo, lá se foi o meu programa de Sábado à noite! Que desilusão!"... Não, foi mais ficar completamente de rastos ao ponto de dizer "Não quero ouvir uma única palavra acerca disto! Morreu aqui!"...
Revoltada? Muito mesmo. Não com os Depeche mas sim com o Dave Gahan! Eu até gosto dele mas é sempre ele que deita os planos profissionais e sérios do Martin Gore por água abaixo:( Ou são as drogas, ou problemas pessoais, ou o ego dele que quer lançar um álbum a solo para poder dizer ao Martin "Look Martin, I can do it too" (palavras do próprio Dave) (eu respondia-lhe, "Claro que podes fazer um bom álbum mas nada que chegue aos calcanhares do que o Martin faz!"), ou lhe aparece um cancro, agora é o músculo da perna:( Já não há paciência:(
Mas, como diziam aqueles senhores "Always look on the bright side of life":) Ou seja, com um bocadinho mais de paciência, espero mais uns mesinhos e vou ver os Depeche a Madrid, em Novembro!
E depois, há aquele "bright side of life" que não tem preço e que nos deixa "bleeding with a smile on your face": quando nós estamos completamente de rastos, com o coração partido, a pensar que perdemos o que nos deu força para enfrentar os últimos seis meses horríveis da nossa vida... olhamos para o lado e vemos alguém que parece estar a sofrer mais do que nós e não é pelo amor que tem aos Depeche mas sim porque ver-me sofrer faz essa pessoa sofrer tanto ou mais do que eu... ao ponto de fazer tudo e mais alguma coisa só para ver um simples sorriso na minha cara:) Nenhuma palavra de apoio ou consolo consegue igualar esse gesto... Damos tantas voltas e usamos tantas palavras neste blog para definir o AMOR e, como diz o Martin Gore, "words are very unecessary", gestos como este dizem tudo:)
Assim como a AMIZADE é quando uma pessoa que eu conheço há menos de um mês e com estive poucas vezes, manda uma mensagem a dizer para eu não ficar triste, que mais cedo ou mais tarde os Depeche voltam cá:)

PS- Já agora, agradeço sinceramente o seu interesse:)

Mel (always look on the bright side of life)


De Mr Anger a 13 de Julho de 2009 às 00:29
Mel mel,

Só por isso se calhar até valeu a pena adiar o concerto para mais tarde (Pav. Atlântico?), é bom sentir o Amor assim, quando cuidam de nós, e nos fazem sentir protegido(a)s, quando correm e lutam apenas para estarem perto e junto de nós, ou nos dão amor em pequenos gestos, isso sim vale a pena, isso sim é amor (Your own personal Jesus/Someone to hear your prayers/SOMEONE WHO CARES)

É aproveitar, mimar e preservar!!! Eu sou só um nick falsário, não preciso de agradecimentos (:D:D)

Mr Anger (vai ficar tudo bem)


De heidi a 13 de Julho de 2009 às 11:54
lol Nem me diga nada! Por muito que goste de Xutos... gosto... admito... bastante... estava empolgada com a vinda dos Depeche ao Bessa. :( Fiquei mesmo desiludida. Mas enfim... não vão deixar de existir novas oportunidades. :)


De Alguém a 13 de Julho de 2009 às 09:32
Após uns dias a pensar, Mel, atreveria-me a dizer que "A" música seria "Against all odds" do Phil Collins. Mas tal como você disse, são tantas... esta é daquelas que oiço vezes sem conta e sem me cansar.

Quanto ao seu pai, permita-me um conselho: guarde o orgulho por momentos e não espere por amanhã. Eu já esperei uma vez e o amanhã não chegou... ;(


De Mr Anger a 13 de Julho de 2009 às 12:29
Alguém,

Bato palmas e tiro-lhe o chapéu, continue a falar que está a ser recebida sem interferências!!!

Mr Anger (contente consigo)


De Alguém a 13 de Julho de 2009 às 14:21
Obrigada, Mr. Anger! :D

O conselho que dei à Mel foi apenas para que saibam que nem sempre o orgulho é nosso amigo. É bom sermos um pouco orgulhosos mas temos de saber dosear esse orgulho para que não nos deixe tristes...


De AUFDERMAUR a 13 de Julho de 2009 às 18:26
ADORO, ADORO, ADORO :) Uma música linda com uma letra à altura:)
Ao longo da minha vida aprendi que muitas vezes o que é "Against All Odds" acaba por acontecer :) Normalmente quando menos esperamos... Mas nem sempre, claro... That's the chance we got to take...

Obrigada pelo conselho :)

Mel


De Anónimo a 3 de Julho de 2009 às 23:36
oieeee..

WHAT'S UP ...

Ouvi dizer que por aqui não se "vende" amor.
MAS...

Amor compra-se!?!?!?! :O

num sabia..

Cumprimentos ( em saldos -50% )

:D


De Mr Anger a 4 de Julho de 2009 às 03:19
Caro(a) Desconhecido,

Se apenas se limitar a ler as palavras, as minhas e as de muita gente, vai ver que estão cheias de imperfeições, falácias... paradoxos...

Mas se por outro lado as tentar interpretar, pode ser que descubra coisas interessantes capazes aí sim de lhe soltarem um quase sem fôlego "Uau!" (atenção que não estou a falar apenas das de minha autoria)

Acredite que não espremeu a laranja na totalidade ;)

O "amor" como é obvío não se vende nem se compra... e até existe uma definição pré-formatada num qualquer dicionário perto de si... mas será isso que pretendemos no final ?

Cumprimentos (sem descontos, puros e duros como um shot de Tequila)

"Isso que comeis
Não são ervas, não:
São graças dos olhos
Do meu coração."

(dizia o Mestre Camões em 1595... e acredite que ele sabia muito bem do que ele estava a falar)

Mr Anger


De Anónimo a 4 de Julho de 2009 às 16:04
Caro mr Anger,

Infelizmente, existem muitos individuos que associam a palavra amor, ao acto de comprar. Para eles a tal doacção natural... não existe. Nem prevalece. Trata-se apenas de um contracto. Eu dou... logo tens de dar. Obrigatoriamente. Compram-se sentimentos. Afectos. Tempo. E até um pouco da nossa própria identidade.
Romanticamente falando, esse sentimento deveria ser algo puro. normal... natural... com o tal brilho que só de olhar para a outra pessoa nos iria fazer levitar... sem mais problemas. Mas... como disse alguém "não existem coisas grátis..."


De heidi a 4 de Julho de 2009 às 18:23
xp- o anterior coment foi escrito por moi...


De Anónimo a 4 de Julho de 2009 às 19:30
Ok... vamos por partes.. aqui ng falou que "associam a palavra amor, ao acto de comprar. Para eles a tal doacção natural... não existe." Apenas achei estranho um post deste "calibre" , vindo da Pessoa que vem.. a meu ver com tanta sinceridade e romantismo no ar.. palavras caras e baratas, gatafunhos e brilhantes histórias de amor.. No fim disto tudo só me resta ficar a pensar que ele é apenas um sonhador e não acredita no amor perfeito.. SIM!! Amor e uma Cabana!! EXISTE.. Se existir AMOR só vos resta arranjar as canas.. :D

"Trata-se apenas de um contracto. Eu dou... logo tens de dar. Obrigatoriamente. Compram-se sentimentos. Afectos. Tempo. E até um pouco da nossa própria identidade." Minha querida/o Anónimo/HEIDI!?!? Visto por esse prisma estariamos todos sozinhos.. porque neste mundo nem antes, nem agora, nem depois se entregará a uma pessoa sem estare a espera de algo em troca.. mais não seja um simples afecto.. um beijo.. uma carícia.. uma festinha na cara.. um olá/adeus.. bom dia/boa tarde.. e bla bla bla ;) .. não me diga que não funciona assim.. você tem sentimentos como toda a gente..

Agr pergunte-me: Há excepções!? ...


Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

Camões

Cumprimentos ( com esta crise repensei..)
Ofereço-te ;)


De Anónimo a 4 de Julho de 2009 às 19:31
(tinha de colocar as aspas.. Esqueci! :)
Imperdoável




"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía."

Camões



De Alguém a 4 de Julho de 2009 às 22:09
"porque neste mundo nem antes, nem agora, nem depois se entregará a uma pessoa sem estare a espera de algo em troca.."

Será que não mesmo?
Não há muito tempo uma pessoa ensinou-me que os sentimentos não se exigem de ninguém, por muito que se queira.
Hoje amo consciente que essa pessoa jamais me vai amar, dar um beijo, ser um amigo, dar um carinho... mas nem por isso deixo de o sentir. Não consigo, não é um botão que se possa desligar... ;)


De Anónimo a 5 de Julho de 2009 às 01:05
Digamos então que isso é um caso perdido..
Não me leve a mal.. São apenas maneiras diferentes de ver as coisas.. Não retirando o que disse!!!!

Não espera um dia que essa pessoa olhe pra si da mesma forma que voce o olha!? Ora então, não me diga que não..

Lógico que não pode exigir nada de ninguém.. não digo o contrário, para além do mais "esse sentimento deveria ser algo puro. normal... natural..."

Mas não o é!!
Temos pena.. OU NÃO!!!
Sempre tive um "cantinho" para o AMOR no meu coração,pequenino,mas está lá! ;)

cumps á borlix


De Alguém a 6 de Julho de 2009 às 14:47
Um caso perdido, Anónimo?
Eu chamar-lhe-ia uma força para viver! ;)


De AUFDERMAUR a 6 de Julho de 2009 às 19:17
Se você lhe chama Força de Viver, eu rendo-me!
Ignore completamente os meus conselhos para matar esse Amor... Matar a nossa Força de Viver é matarmo-nos a nós próprios...

Mel


De AUFDERMAUR a 5 de Julho de 2009 às 19:01
Alguém, bem sei que não há um botão que se possa desligar mas há maneiras de eliminar (esta palavra não me agrada mas foi a melhor que encontrei) esse amor... Já tentou? Eu dava-lhe umas dicas mas temo que o Mr Anger não ache muita piada a ter uma Mel qualquer a dar dicas sobre como matar amores indesejáveis!

Mel (a exterminadora de amores indesejáveis)


De Mr Anger a 5 de Julho de 2009 às 19:48
Bem...

Passei de Hacker a Papão/Castrador das opiniões alheias :D


"Só tens o que mereces vadio!!"


Mr Anger


De AUFDERMAUR a 5 de Julho de 2009 às 20:41
Ai ai, ultimamente temos andado muito Lost In Translation Mr Anger :-(
Eu não disse nada disso, só que o blog é seu e eu não me sentiria bem a escrever (voluntaria e conscientemente) aqui coisas que vão contra a sua filosofia. Apenas isso! Alguma vez eu diria que você é um castrador? Conhece-me tão mal...

Mel


De Alguém a 6 de Julho de 2009 às 14:52
Mel, eu não sei se quero exterminar este amor ou sequer se isso é possível.

Já apaguei muitos do coração que eu pensava ter amado, mas esta pessoa mostrou-me que este tipo de amor não se apaga nunca e já lá vão uns anos valentes... Durante uns anos pensei que tinha apagado, mas afinal bastou vê-lo novamente para voltar a haver uma faísca e criar um incêndio! E foi aí que percebi que este amor, embora não correspondido, nunca vai morrer...! ;)


De AUFDERMAUR a 5 de Julho de 2009 às 18:39
Deixe-me ver se eu percebi...
A conclusão a tirar é que "nothing lasts forever and we both know hearts can change"? Desculpe lá a tirada musical mas é-me inerente :-)) Mas é essa a conclusão? É que se for, estamos condenados na mesma :-( Desta feita, estamos condenados a amores fugazes :-( Ou seja, deveriamos partir logo para as relações a pensar que, mais cedo ou mais tarde, ele vai acabar inevitavelmente :-( Que pensamento derrotista. Por esse prisma, então nem sequer vale a pena lutar por ele? Ai, ai!!! Oponho-e veementemente a isso!!! Lutem sempre pelo vosso Amor!!! Era mais fácil desistir, era! Mas eu sou adepta de lutar por tudo o que amamos e tudo o que queremos!!! Tenho muitos defeitos na vida mas esse não é um deles!!! Por coisas dessas é que há quem se case num dia e se separe no outro!

Mel (ainda bem que a oferta não foi para mim porque senão era artigo devolvido :-)


De AUFDERMAUR a 5 de Julho de 2009 às 18:51
Apercebi-me que o meu último post parece um bocado agressivo! Desculpe, não era essa a intenção :-) Mas é um assunto que me toca particularmente :-) Então, eu ando a lutar há mais de um ano e meio e está-me a dizer que eu estou a lutar por algo condenado à partida? Não me diga isso que eu recuso-me a acreditar!!!!


De heidi a 6 de Julho de 2009 às 23:56
Ao longo da nossa vida vamos ter que lidar com casos desse tipo. Sentimentos desencontrados. Para resolver este tipo de relações, só mesmo o tempo... ou nem por isso. Não sou ninguém para tentar explicar, o inexplicavel. O querer... não querer... o amar... o desejar... o poder... e o não querer.
O ser humano é engraçado. Tenta controlar tudo! Modo de vida mais confortavel... prolongar a esperança média de estadia cá na terra... mas... ainda não conseguiu o mais importante, fazer recuar a morte, e apagar os sentimentos. Ou seja, ainda não atingiu o seu lado mais frágil, que é a sua essência. Chegar à sua alma. E quando percebemos isso... assustamo-nos. Ficamos tão indefesos, que só podemos aceitar situações como aquela que a "alguém" relatou. Mais vale um pouco num todo, do que um vazio num nada.
Não se trata de lutar, ou nem por isso, é apenas um grau de sobrevivência. Uma escolha.


De AUFDERMAUR a 7 de Julho de 2009 às 18:03
heidi, assino por baixo de tudo o que disse:-)
Eu sou um dos seres humanos engraçados que vive a vida ao sabor do vento (futuro, planos? Desconheço essas palavras) mas tenta controlar tudo a nível sentimental. E até controlo quase tudo... mas não tudo, infelizmente...
Só há relativamente pouco tempo é que eu descobri a chave por detrás desta antítese entre a minha vida sentimental e o resto da minha vida. Sim, ela existe e explica tudo. E às vezes é bom encontrarmos a justificação de certas coisas que nos atormentam...

Mel


Comentar post

mranger.blog@gmail.com


Ver perfil

Adicionar como amigo

. 119 seguidores

Pesquisar (Blog)

 

Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Post's Recentes

O amor (é) de alguém

Cuida de ti, pequeno Godz...

O contracto (em actualiza...

O mar enrolado em ti

Cuida de ti, pequeno Godz...

Ticket to ride

Folhas arrancadas de um l...

O amor habitual

Regras base - Sobre(a)viv...

No estrangeiro também se ...

Raio-X

Regras base - Sobre(a)viv...

Factual mundano - Autocar...

Sai cognac para a mesa qu...

Mau karma (ou azar ao jog...

Jogos de vida

Modem em sincronismo

Verdades (in)discutíveis

Natureza morta com pormen...

As estatísticas dizem-me ...

Obliterar (é preciso)

De barba feita:

O perdedor (fecha a porta...

Non, rien de rien (non, j...

Tomei peyote na idade méd...

Lx Strip

Vitória (?)

Recortes flamejantes no h...

Gentes da minha terra

Curtes alpista ?

Roedores & Armadilhas

Branco ou tinto? (cheio)

A Bolha

A cultura é gourmet

Pés na estrada

A selva humana

The head bone's connected...

Mare nostrum

A vida é bela

Lucky strike

Lapsos temporais

Memória de Ferro (O.s.p.e...

Objectivamente delirante

Girino

Burros (de carga) pensant...

As flores no teu cabelo -...

Nenhum pássaro me sussurr...

A moda dos cintos apertad...

Os contribuintes (ou os b...

Comprar tabaco (eu fui)

Arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Agosto 2016

Dezembro 2015

Abril 2015

Outubro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Abril 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Janeiro 2011

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Janeiro 2007

Novembro 2006

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Agosto 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

tags

todas as tags

Links

últ. comentários

A verdadeira lição que temos de retirar destes mom...
Revejo-me no que aqui escreve (e, em geral, pelo s...
Olá cara Heidi,Com o frio vigente é mais caso para...
"At first (you were) afraid, (you were) petrified....
Cara HeidiÉ por aí, como na velha máxima: "...the ...
Nada é certo dentro da nossa vida. Por mais bases ...
Se não passa de dois bitaites e mais nada, não vej...
Caro Mr AngerComo diriam as mentes simples: "Alive...
Cara Mallory,Sem querer ferir susceptibilidades, m...
Cara Mallory,Como diria o E.Jonh: "I'm still Stand...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais comentados

Top de Blogues

subscrever feeds