Terça-feira, 18 de Setembro de 2012

Burros (de carga) pensantes


No dia em que todos os burros se recusarem a puxar a carroça (seja qual for o motivo, justiça, cansaço, teimosia...), outros terão que a puxar por eles (consequência), ou então esta ficará parada - eternamente - no mesmo sítio (facto).

É tudo uma questão de percepção: quem somos, o que queremos, o que podemos fazer!

(o impossível cessa ao realizar-se)


Mr Anger às 10:30
Link do post | Comentar | Ver comentários (7) | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 17 de Setembro de 2012

As flores no teu cabelo - sonhador - cheiram a plástico barato


Mais uma semana que começa com sol e passarinhos nos beirais, contentes de estarem vivos, entoando odes chilreantes entre o silêncio sepulcral do n°11 da Calçada da Ajuda e a cacafonia, ao fundo, dos demagogos em amenas ou acirradas cavaqueiras de carrocel, insurgidas a espaços apenas pelas sombras de um qualquer teatral dedo inquisidor bem levantado aos céus e um tom de voz mais colocado, destemido, triunfal, épico... mas estéril e inconsequente (como fica bem!).

As pernas andarilhas, as vozes enrouquecidas e as solas de sapato desgastadas durante o fim-de-semana já nem se notam entre aqueles que chegam agora ao trabalho, mudos e adormecidos, ou entre aqueles que agora de chinelos enviam gritos de ajuda em forma de esperançosos currículos electrónicos matutinos, ensonados, ou os que ainda descalços preferiram ficar abraçados à almofada, fugindo dos sonhos partidos... onde a esperança vive com ordem de despejo!

Esperavas algo de novo? (Nada, só um treze no Totobola)

 



















DREAMER - "Crime of the Century"
Supertramp - Rick Davies, Roger Hodgson

Dreamer, you know you are a dreamer
Well can you put your hands in your head, oh no!
I said dreamer, you're nothing but a dreamer
Well can you put your hands in your head, oh no!
I said "Far out, - What a day, a year, a laugh it is!"
You know, - Well you know you had it comin' to you,
Now there's not a lot I can do

Dreamer, you stupid little dreamer;
So now you put your head in your hands, oh no!
I said "Far out, - What a day, a year, a laugh it is!"
You know, - Well you know you had it comin' to you,
Now there's not a lot I can do.

Well work it out someday

If I could see something
You can see anything you want boy
If I could be someone-
You can be anyone, celebrate boy.
If I could do something-
Well you can do something,
If I could do anything-
Well can you do something out of this world?

Take a dream on a Sunday
Take a life, take a holiday
Take a lie, take a dreamer
dream, dream, dream, dream, dream along...

Dreamer, you know you are a dreamer
Well can you put your hands in your head, oh no!
I said dreamer, you're nothing but a dreamer
Well can you put your hands in your head, oh no!
OH NO!



Mr Anger às 10:30
Link do post | Comentar | Ver comentários (12) | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 12 de Setembro de 2012

Nenhum pássaro me sussurrou ao ouvido...


Onde acaba a esperança começa o desespero... e onde este acaba, a indiferença.



Mr Anger às 19:45
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 7 de Setembro de 2012

A moda dos cintos apertados


O "nosso" PM vai falar hoje ao País, e em particular aos contribuintes (os principais interessados). Tal monólogo ditado será lido ao final da tarde pelas 19:15 (antes da dose semanal de futebol).

Vamos estar então de ouvidos bem abertos (estendendo tal gesto a outras partes do corpo, obviamente) para recebermos de forma passiva as novas tendências de austeridade para o próximo OUTONO/INVERNO, e que aparentemente, segundos rumores de bastidores, a grande novidade passa por usar os cintos ainda mais apertados!!

Dizem que depois de tal desfile de novas medidas, fica bem rematarmos indignados com algum comentário de resignação como por exemplo:

- "É a crise, o que é que se pode fazer..."


A minha opinião - bastarda - é que Portugal precisa urgentemente de uma mãe para lhe dizer, como qualquer mãe digna de o ser:

- "Meu filho, cuidado com as companhias, não devias andar metido com agiotas e vigaristas!!"







 
























PORTUGAL, PORTUGAL
- "Acto Contínuo"
Jorge Palma

Tiveste gente de muita coragem
E acreditaste na tua mensagem
Foste ganhando terreno
E foste perdendo a memória

Já tinhas meio mundo na mão
Quiseste impor a tua religião
E acabaste por perder a liberdade
A caminho da glória


Ai, Portugal, Portugal
De que é que tu estás à espera?
Tens um pé numa galera
E outro no fundo do mar
Ai, Portugal, Portugal
Enquanto ficares à espera
Ninguém te pode ajudar


Tiveste muita carta para bater
Quem joga deve aprender a perder
Que a sorte nunca vem só
Quando bate à nossa porta

Esbanjaste muita vida nas apostas
E agora trazes o desgosto às costas
Não se pode estar direito
Quando se tem a espinha torta


Ai, Portugal, Portugal
De que é que tu estás à espera?
Tens um pé numa galera
E outro no fundo do mar
Ai, Portugal, Portugal
Enquanto ficares à espera
Ninguém te pode ajudar


Fizeste cegos de quem olhos tinha
Quiseste pôr toda a gente na linha
Trocaste a alma e o coração
Pela ponta das tuas lanças

Difamaste quem verdades dizia
Confundiste amor com pornografia
E depois perdeste o gosto
De brincar com as tuas crianças


Ai, Portugal, Portugal
De que é que tu estás à espera?
Tens um pé numa galera
E outro no fundo do mar
Ai, Portugal, Portugal
Enquanto ficares à espera
Ninguém te pode ajudar

Ai, Portugal, Portugal
De que é que tu estás à espera?
Tens um pé numa galera
E outro no fundo do mar
Ai, Portugal, Portugal
Enquanto ficares à espera
Ninguém te pode ajudar



Mr Anger às 15:45
Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
|

mranger.blog@gmail.com

Pesquisar (Blog)

 

Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Post's Recentes

O amor (é) de alguém

Cuida de ti, pequeno Godz...

O contracto (em actualiza...

O mar enrolado em ti

Cuida de ti, pequeno Godz...

Ticket to ride

Folhas arrancadas de um l...

O amor habitual

Regras base - Sobre(a)viv...

No estrangeiro também se ...

Raio-X

Regras base - Sobre(a)viv...

Factual mundano - Autocar...

Sai cognac para a mesa qu...

Mau karma (ou azar ao jog...

Jogos de vida

Modem em sincronismo

Verdades (in)discutíveis

Natureza morta com pormen...

As estatísticas dizem-me ...

Obliterar (é preciso)

De barba feita:

O perdedor (fecha a porta...

Non, rien de rien (non, j...

Tomei peyote na idade méd...

Lx Strip

Vitória (?)

Recortes flamejantes no h...

Gentes da minha terra

Curtes alpista ?

Roedores & Armadilhas

Branco ou tinto? (cheio)

A Bolha

A cultura é gourmet

Pés na estrada

A selva humana

The head bone's connected...

Mare nostrum

A vida é bela

Lucky strike

Lapsos temporais

Memória de Ferro (O.s.p.e...

Objectivamente delirante

Girino

Burros (de carga) pensant...

As flores no teu cabelo -...

Nenhum pássaro me sussurr...

A moda dos cintos apertad...

Os contribuintes (ou os b...

Comprar tabaco (eu fui)

Arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Agosto 2016

Dezembro 2015

Abril 2015

Outubro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Abril 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Janeiro 2011

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Janeiro 2007

Novembro 2006

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Agosto 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

tags

todas as tags

Links

últ. comentários

A verdadeira lição que temos de retirar destes mom...
Revejo-me no que aqui escreve (e, em geral, pelo s...
Olá cara Heidi,Com o frio vigente é mais caso para...
"At first (you were) afraid, (you were) petrified....
Cara HeidiÉ por aí, como na velha máxima: "...the ...
Nada é certo dentro da nossa vida. Por mais bases ...
Se não passa de dois bitaites e mais nada, não vej...
Caro Mr AngerComo diriam as mentes simples: "Alive...
Cara Mallory,Sem querer ferir susceptibilidades, m...
Cara Mallory,Como diria o E.Jonh: "I'm still Stand...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais comentados

Top de Blogues

subscrever feeds