Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

Apenas porque teve de ser...

 


Observava eu os comportamentos sociais de quem se pensava livre de vigília quando nas trivialidades de quem trabalha ou finge que o faz, me deparo com esta imagem… alguém de responsabilidade, patente cravada no peito - ou pelo menos no ego - coloca na boca um comprimido da desgraça…

 

O homem drunfou-se… mesmo á minha frente… rodeado de colegas e compinchas com quem compartilha o almoço requentado no refeitório ISO9001 lá do burgo… Triste… decadente…

 

O seu olhar esbugalhado devia-me ter feito suspeitar da utilização de medicação dura e diária, mas nunca levei para esses lados, pensei apenas em demência inerente à pressão e cacofonia peculiar dos call centers… mas pelos vistos era mais grave… aquele homem transportava a dor e a loucura juntas… ele drunfou-se, não aguentou a pressão, as palpitações nem os suores frios… teve de ser, não conseguiu esperar por uma visita rotineira à casa de banho ou fingir que ia ver se o homem do parquímetro andava na zona em busca de prevaricadores… não resistiu… retirou do bolso do fato a pequena gamela, pressionou uma das cápsulas e desfez a ténue capa de alumínio – “crack” - mesmo ali, debruçado para a frente na sua secretária… com as mãos recolhidas por debaixo dela (mas não invisíveis)...

 

Num movimento breve, dissimulado, meteu-o na boca, apenas a reflexão da garganta me  deu a confirmação que o engoliu... sim porque não era uma pastilha, era um drunfo... o homem drunfou-se no seu local de trabalho... talvez para o conseguir suportar... e ainda nem era período de almoço...

 

Pobres vidas que se arrastam por gabinetes e corredores... pobres de nós…

 

tags:

Mr Anger às 10:45
Link do post | Comentar | Ver comentários (9) | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009

Ups...

 

As misérias dos outros acalentam as nossas

 


Mr Anger às 10:33
Link do post | Comentar | Ver comentários (9) | Adicionar aos favoritos
|

mranger.blog@gmail.com

Pesquisar (Blog)

 

Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Post's Recentes

Cuida de ti, pequeno Godz...

Ticket to ride

Folhas arrancadas de um l...

O amor habitual

Regras base - Sobre(a)viv...

No estrangeiro também se ...

Raio-X

Regras base - Sobre(a)viv...

Factual mundano - Autocar...

Sai cognac para a mesa qu...

Mau karma (ou azar ao jog...

Jogos de vida

Modem em sincronismo

Verdades (in)discutíveis

Natureza morta com pormen...

As estatísticas dizem-me ...

Obliterar (é preciso)

De barba feita:

O perdedor (fecha a porta...

Non, rien de rien (non, j...

Tomei peyote na idade méd...

Lx Strip

Vitória (?)

Recortes flamejantes no h...

Gentes da minha terra

Curtes alpista ?

Roedores & Armadilhas

Branco ou tinto? (cheio)

A Bolha

A cultura é gourmet

Pés na estrada

A selva humana

The head bone's connected...

Mare nostrum

A vida é bela

Lucky strike

Lapsos temporais

Memória de Ferro (O.s.p.e...

Objectivamente delirante

Girino

Burros (de carga) pensant...

As flores no teu cabelo -...

Nenhum pássaro me sussurr...

A moda dos cintos apertad...

Os contribuintes (ou os b...

Comprar tabaco (eu fui)

Isto é um fato...

Reflexões no cume de um p...

Amor em formol

Introdução à Economia: "V...

Arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Abril 2015

Outubro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Abril 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Janeiro 2011

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Janeiro 2007

Novembro 2006

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Agosto 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

tags

todas as tags

Links

últ. comentários

A verdadeira lição que temos de retirar destes mom...
Revejo-me no que aqui escreve (e, em geral, pelo s...
Olá cara Heidi,Com o frio vigente é mais caso para...
"At first (you were) afraid, (you were) petrified....
Cara HeidiÉ por aí, como na velha máxima: "...the ...
Nada é certo dentro da nossa vida. Por mais bases ...
Se não passa de dois bitaites e mais nada, não vej...
Caro Mr AngerComo diriam as mentes simples: "Alive...
Cara Mallory,Sem querer ferir susceptibilidades, m...
Cara Mallory,Como diria o E.Jonh: "I'm still Stand...

mais comentados

Top de Blogues

subscrever feeds