Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2004

Olhando para dentro de nós, estaremos sós ?!

Será que quando olhamos para o céu estrelado, alguém do outro lado do Universo, nesse mesmo instante, estará também a olhar para nós?! Deve ser a dúvida mais velha e mais vezes questionada pelo Homem... Mas o que será que existe para lá dos nossos olhos ?! Nessa altura percebemos um pouco da nossa dimensão, de como somos pequenos, minúsculos, somos tão insignificantes que só a ideia de pensar nisso deixa-nos com dores de cabeça e o nosso cérebro é bombardeado por dezenas de dezenas de dúvidas existenciais todas elas sem resposta, afinal, talvez seja por isso, que quando olhamos para o céu, ficamos hipnotizados, com aquela sensação de vertigem, como se acabados de sair de um carrossel, embriagados pela nossa própria ignorância, mas também fascinados e reconfortados, pois as respostas estão ali, mesmo por cima das nossas cabeças... ou não?! Será que a origem de tudo estará no céu ? Ou seremos nós essa origem?!. A verdade indiscutível é que por cima das nossas cabeças, naquele vasto negro cintilante, ninguém neste Mundo pode dizer o que se passa, talvez nem nunca venhamos a saber, talvez não seja esse o nosso papel, poderá até nem existir nada, mas se existir, tudo o que se sabe e se diz até hoje cairá por terra, e será na origem de tudo que encontraremos as nossas respostas, resta-nos a nós, pequenos sonhadores, acreditar que amanhã de manhã o Sol irá aparecer outra vez no horizonte...


Mr Anger às 20:51
Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2004

Hello, anybody out there ?!

 

A vida, a morte, a incerteza do futuro e a expectativa que algo melhor nos irá acontecer, deixa-nos nervosos, impacientes, sentimo-nos fracos, comidos por dentro, o nosso corpo quer dormir, quer sonhar, mas não, isso seria fácil demais, afinal acabaríamos com o nosso sofrimento, mas não, o Homem gosta de sofrer, não o admite, mas sente isso, afinal tudo se resume a sensações, as vezes tão difíceis de distinguir, será dor, será prazer, a fronteira que as separa é invisível, e nós passamos a vida inteira a pular de um lado para o outro, como se estivéssemos em busca da nossa insanidade.... Está lá escrito, vezes sem conta no nosso código genético " Nós gostámos de sofrer" e o nosso corpo todo vibra com isso, as nossas glândulas sudoríferas libertam-se, o nosso pézinho irrequieto quase que fura o chão com o seu treme-treme, pois bem, assim seja... seremos então ansiosos e expectantes... mas quanto tempo mais teremos de viver assim, encolhidos de dor e de medo na falsa imagem de auto-estima de um sorriso... Eu sabia que um dia alguém haveria de vir aqui... Obrigado ;) Mr Anger


Mr Anger às 13:29
Link do post | Comentar | Ver comentários (8) | Adicionar aos favoritos
|

mranger.blog@gmail.com


Ver perfil

Adicionar como amigo

. 119 seguidores

Pesquisar (Blog)

 

Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Post's Recentes

O amor (é) de alguém

Cuida de ti, pequeno Godz...

O contracto (em actualiza...

O mar enrolado em ti

Cuida de ti, pequeno Godz...

Ticket to ride

Folhas arrancadas de um l...

O amor habitual

Regras base - Sobre(a)viv...

No estrangeiro também se ...

Raio-X

Regras base - Sobre(a)viv...

Factual mundano - Autocar...

Sai cognac para a mesa qu...

Mau karma (ou azar ao jog...

Jogos de vida

Modem em sincronismo

Verdades (in)discutíveis

Natureza morta com pormen...

As estatísticas dizem-me ...

Obliterar (é preciso)

De barba feita:

O perdedor (fecha a porta...

Non, rien de rien (non, j...

Tomei peyote na idade méd...

Lx Strip

Vitória (?)

Recortes flamejantes no h...

Gentes da minha terra

Curtes alpista ?

Roedores & Armadilhas

Branco ou tinto? (cheio)

A Bolha

A cultura é gourmet

Pés na estrada

A selva humana

The head bone's connected...

Mare nostrum

A vida é bela

Lucky strike

Lapsos temporais

Memória de Ferro (O.s.p.e...

Objectivamente delirante

Girino

Burros (de carga) pensant...

As flores no teu cabelo -...

Nenhum pássaro me sussurr...

A moda dos cintos apertad...

Os contribuintes (ou os b...

Comprar tabaco (eu fui)

Arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Agosto 2016

Dezembro 2015

Abril 2015

Outubro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Abril 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Janeiro 2011

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Janeiro 2007

Novembro 2006

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Agosto 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

tags

todas as tags

Links

últ. comentários

A verdadeira lição que temos de retirar destes mom...
Revejo-me no que aqui escreve (e, em geral, pelo s...
Olá cara Heidi,Com o frio vigente é mais caso para...
"At first (you were) afraid, (you were) petrified....
Cara HeidiÉ por aí, como na velha máxima: "...the ...
Nada é certo dentro da nossa vida. Por mais bases ...
Se não passa de dois bitaites e mais nada, não vej...
Caro Mr AngerComo diriam as mentes simples: "Alive...
Cara Mallory,Sem querer ferir susceptibilidades, m...
Cara Mallory,Como diria o E.Jonh: "I'm still Stand...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais comentados

Top de Blogues

subscrever feeds