Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008

Esfolar joelhos

 

O tempo que passa (momento) entre o cair e o levantar é o mais sublime de todos...


Mr Anger às 16:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
12 comentários:
De Ventania a 5 de Dezembro de 2008 às 19:03
Enviei-te uma coisa. Não são pensos rápidos para a alma.


De Mr Anger a 18 de Dezembro de 2008 às 16:45
Cara Ventania,

Ja conhecia, mas li de novo, como diriam os irmãos do lado...

Muchas gracias

PS - Sem qualquer tipo de ironia, obrigado mesmo, foi uma boa "dica"


De Gabriela a 9 de Dezembro de 2008 às 19:36
Sublime?? Em que sentido????? O que o torna sublime?!...


De Mr Anger a 18 de Dezembro de 2008 às 16:48
Cara Gabriela,

O simples facto de tentarmos e nos conseguirmos levantar... quer algo mais sublime que isso ?

Boas festas e cuidado com os brindes nos Bolo Rei da candonga...


De Gabriela a 18 de Dezembro de 2008 às 19:14
Caro Mr Anger,

Sublime, para mim, nada tem a ver com "esfolar joelhos", com dor... posso estar errada mas tenho tendência a associar a prazer, isso sim, é sublime. A victória, se é disso que estamos a falar, nem sempre é sublime, por vezes é bem amarga. De que nos vale a victória do "vazio"?!... Podia ficar aqui as escrever tanta coisa, mas não vale a pena...


De Sarna Literária a 13 de Dezembro de 2008 às 20:41
Que comovente.. adorei.. :D

Beijinhos


De Mr Anger a 18 de Dezembro de 2008 às 16:49
E eu que pensava ser irónico...

Boas festas e muitos ho ho ho (de e do coração)


De Blogadinha a 19 de Dezembro de 2008 às 17:10
Não há êxito sem tentativa do mesmo, certo?

Grata pela "visita silenciosa" ao blogue e divulgação deste, via e-mail.

Não conhecia, mas gostei.

Bom fds!


De 1blog100nome a 20 de Dezembro de 2008 às 17:30
Tinha uma mensagem no mail com o endereço deste blog... gostei ... essa frase é muito verdadeira.


De litleflea a 26 de Dezembro de 2008 às 14:15
lamento mas não concordo... o momento sublime é depois de te levantares, quando enchugas as lágrimas num gesto rude, limpas a roupa, olhas em frente e segues...


De Mr Anger a 26 de Dezembro de 2008 às 16:37
Boa tarde,

Não gosto de comentar o que escrevo, penso que as palavras são para ser interpretadas a nosso gosto, como os carapuços que servem a quem os quer usar, mas esta afirmação parece de facto ter sido mal interpretada, face a isso, explico os meus motivos, ou o que pensei quando a escrevi (sim, porque mesmo que esteja redondamente errado, e diga as maiores baboseiras, não publico a primeira coisa que penso em momentos de relaxe na casa de banho)

Em primeiro lugar, percebo perfeitamente o que diz, mas a questão é mesmo essa, o momento de glória pode ser chegar ao cume da montanha... mas não será a caminhada realmente o mais importante ?

Coloquei desta forma, por esse mesmo motivo, porque quem cai e consegue levantar-se, sabe que o importante, o mais importante, foi não ter continuado prostrado... o mais sublime não foi vencer, foi ter tido forças para o fazer...

Não quero com isto vincar ou forçar a minha perspectiva, é apenas uma nota de rodapé... uma legenda, um mapa para o seu sentido...



Boas festas

Mr Anger


De Lótus a 24 de Abril de 2009 às 19:43
talvez seja .. mas só para quem está a assistir .. dificilmente o será para quem se está a tentar levantar.. enquanto se esfolam os joelhos, não se pensa na grandeza de os esfolar .. apenas na dor ...


Comentar post

mranger.blog@gmail.com

Pesquisar (Blog)

 

Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Post's Recentes

Cuida de ti, pequeno Godz...

Ticket to ride

Folhas arrancadas de um l...

O amor habitual

Regras base - Sobre(a)viv...

No estrangeiro também se ...

Raio-X

Regras base - Sobre(a)viv...

Factual mundano - Autocar...

Sai cognac para a mesa qu...

Mau karma (ou azar ao jog...

Jogos de vida

Modem em sincronismo

Verdades (in)discutíveis

Natureza morta com pormen...

As estatísticas dizem-me ...

Obliterar (é preciso)

De barba feita:

O perdedor (fecha a porta...

Non, rien de rien (non, j...

Tomei peyote na idade méd...

Lx Strip

Vitória (?)

Recortes flamejantes no h...

Gentes da minha terra

Curtes alpista ?

Roedores & Armadilhas

Branco ou tinto? (cheio)

A Bolha

A cultura é gourmet

Pés na estrada

A selva humana

The head bone's connected...

Mare nostrum

A vida é bela

Lucky strike

Lapsos temporais

Memória de Ferro (O.s.p.e...

Objectivamente delirante

Girino

Burros (de carga) pensant...

As flores no teu cabelo -...

Nenhum pássaro me sussurr...

A moda dos cintos apertad...

Os contribuintes (ou os b...

Comprar tabaco (eu fui)

Isto é um fato...

Reflexões no cume de um p...

Amor em formol

Introdução à Economia: "V...

Arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Abril 2015

Outubro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Abril 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Janeiro 2011

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Janeiro 2007

Novembro 2006

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Agosto 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

tags

todas as tags

Links

últ. comentários

A verdadeira lição que temos de retirar destes mom...
Revejo-me no que aqui escreve (e, em geral, pelo s...
Olá cara Heidi,Com o frio vigente é mais caso para...
"At first (you were) afraid, (you were) petrified....
Cara HeidiÉ por aí, como na velha máxima: "...the ...
Nada é certo dentro da nossa vida. Por mais bases ...
Se não passa de dois bitaites e mais nada, não vej...
Caro Mr AngerComo diriam as mentes simples: "Alive...
Cara Mallory,Sem querer ferir susceptibilidades, m...
Cara Mallory,Como diria o E.Jonh: "I'm still Stand...

mais comentados

Top de Blogues

subscrever feeds