Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Fomos assim

 

Éramos tão novos,
A paixão mal cabia no coração,
E doía a dor,
Matava de sede e de fome
O amor
 
Éramos tão bons,
Chorávamos das mentiras novas,
E doía o peito,
Prensado com o peso
De coisas ingénuas
 
Éramos tão bonitos,
De pele esticada na praia,
De pele escurecida e salgada,
De corpos desnudos sem medo
 
Éramos eternos,
Em jogos nesse areal,
Com bandas sonoras perfeitas,
Com pores-do-sol no final
 
Éramos tão felizes,
Tão bons
Tão novos, bonitos e eternos
Éramos,
Mas já não somos...

 


Mr Anger às 12:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
11 comentários:
De Rebelo a 27 de Novembro de 2008 às 19:45
definitivamente as "sincronizações" existem""" Eu séptica me acuso mas... ainda hoje pensei:
- vá lá Mr Anger mude de assunto, escreva mais qualquer coisa que nos faça sair da história da Rita!

oh!!!! e nã é que ele escreveu mesmo!!!!
Extraordinário!!!! diriam uns ...digo eu!!!!

Depois o tal do dejavu ou lá como se escreve.
Como já alguns disseram..digo eu agora:
- parece que te (e mais uma desculpa pelo trato tão tu cá tu lá) conheço e de há pelo menos 20 anos.


De Mr Anger a 27 de Novembro de 2008 às 22:58
Caro(a) Rebelo,

Temo pela sua vida, passa demasiado tempo neste antro... não lhe pode fazer bem... o seu médico, o seu padre e o seu talhante certamente também não o recomendam...

Queime um volume de tabaco de contrabando numa fogueira de praia enquanto canta a plenos pulmões uma qualquer cantiga do António Calvário (cuidado com os anti-fascistas se cantar o "Mocidade"), é o mínimo que lhe posso aconselhar...

Cuide-se

Mr Anger



De Ventania a 28 de Novembro de 2008 às 18:18
E ele também tem sentido de humor! ;) Mr. Anger, Mr. Anger, o nome é só para nos fazer crer na carapaça dura? Um abraço apertado, para prensar o peito daquela outra maneira, que traz leveza.


De Greenie a 30 de Novembro de 2008 às 02:38
Uma delícia... uma estranha sensação de déjà lu "... não o poema, mas a forma de escrever :) ... obrigada pela partilha!


De Rebelo a 30 de Novembro de 2008 às 10:15
depois de ter invadido o meu espaço...sinta-se culpado!
O médico, o padre e o talhante à muito que já morreram do mesmo mal.
Quanto ao tal do António Calvário, não lhe gabo o gosto mas poderá sempre invadir uma qualquer emissão de rádio e abusar do espaço de discos pedidos.
Cuide-se


De manegonca a 20 de Dezembro de 2008 às 02:11
fomos assim???
porque não continuas a ser assim?


De Lótus a 24 de Abril de 2009 às 20:01
... e agora somos melhores ... porque sentimos mais, sabemos mais, valorizamos mais .. agora temos todo o tempo do mundo, toda a grandeza .. todo o acumular de emoções .. damo-nos mais ..
.. e o corpo que importa .. se mais não é do que um casulo .. a aguardar uma qualquer metamorfose...


De VAMPIRA a 23 de Maio de 2009 às 21:51
Joy Division - Love Will Tear Us Apart

When the routine bites hard
And ambitions are low
And the resentment rides high
But emotions wont grow
And were changing our ways,
Taking different roads
Then love, love will tear us apart again

Why is the bedroom so cold
Turned away on your side?
Is my timing that flawed,
Our respect run so dry?
Yet theres still this appeal
That weve kept through our lives
Love, love will tear us apart again

Do you cry out in your sleep
All my failings expose?
Get a taste in my mouth
As desperation takes hold
Is it something so good
Just cant function no more?
When love, love will tear us apart again..


De Mr Anger a 25 de Maio de 2009 às 04:35
Cara Vampira,

Obrigado pelo comentário, vou-lhe confessar um "segredo", essa música já esteve para ser aqui colocada no blog algumas vezes ;)

E gostei do pormenor de ter colocado os créditos do autor, o seu a seu dono!!

Volte sempre mas avise para proteger o pescoço!!!

Mr Anger


De VAMPIRA a 26 de Maio de 2009 às 11:06
Mr. Anger,

Confesse-me segredos que eu não saiba...

Obrigada pelo convite.
Talvez volte a morder...


De Luisa a 17 de Janeiro de 2011 às 10:40
Bom dia Mr. Anger,
How are you today? :)

Bonito, saudoso (para os leitores), ligeiro, deliciosamente jovem e apaixonado... também quero!
Recordar o passado, é dos poucos actos que não pressupõe um final feliz, precisamente por ser pretérito. E perfeito ou imperfeito, o facto é que já não volta. Num caso específico como este, então, não há qualquer hipótese, por mais remota que seja, de se repetir.
"Ó tempo, volta para trás (...)"! Bolas...

Nice reading you again, Mr. Anger.
Um dia Feliz,
Luisa


Comentar post

mranger.blog@gmail.com

Pesquisar (Blog)

 

Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Post's Recentes

Cuida de ti, pequeno Godz...

Ticket to ride

Folhas arrancadas de um l...

O amor habitual

Regras base - Sobre(a)viv...

No estrangeiro também se ...

Raio-X

Regras base - Sobre(a)viv...

Factual mundano - Autocar...

Sai cognac para a mesa qu...

Mau karma (ou azar ao jog...

Jogos de vida

Modem em sincronismo

Verdades (in)discutíveis

Natureza morta com pormen...

As estatísticas dizem-me ...

Obliterar (é preciso)

De barba feita:

O perdedor (fecha a porta...

Non, rien de rien (non, j...

Tomei peyote na idade méd...

Lx Strip

Vitória (?)

Recortes flamejantes no h...

Gentes da minha terra

Curtes alpista ?

Roedores & Armadilhas

Branco ou tinto? (cheio)

A Bolha

A cultura é gourmet

Pés na estrada

A selva humana

The head bone's connected...

Mare nostrum

A vida é bela

Lucky strike

Lapsos temporais

Memória de Ferro (O.s.p.e...

Objectivamente delirante

Girino

Burros (de carga) pensant...

As flores no teu cabelo -...

Nenhum pássaro me sussurr...

A moda dos cintos apertad...

Os contribuintes (ou os b...

Comprar tabaco (eu fui)

Isto é um fato...

Reflexões no cume de um p...

Amor em formol

Introdução à Economia: "V...

Arquivos

Agosto 2016

Dezembro 2015

Abril 2015

Outubro 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Abril 2013

Março 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Janeiro 2011

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Janeiro 2007

Novembro 2006

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Agosto 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

tags

todas as tags

Links

últ. comentários

A verdadeira lição que temos de retirar destes mom...
Revejo-me no que aqui escreve (e, em geral, pelo s...
Olá cara Heidi,Com o frio vigente é mais caso para...
"At first (you were) afraid, (you were) petrified....
Cara HeidiÉ por aí, como na velha máxima: "...the ...
Nada é certo dentro da nossa vida. Por mais bases ...
Se não passa de dois bitaites e mais nada, não vej...
Caro Mr AngerComo diriam as mentes simples: "Alive...
Cara Mallory,Sem querer ferir susceptibilidades, m...
Cara Mallory,Como diria o E.Jonh: "I'm still Stand...

mais comentados

Top de Blogues

subscrever feeds